GINECOMASTIA

GINECOMASTIA

Ginecomastia é o nome dado ao crescimento das mamas nos homens geralmente associadas a desequilíbrios hormonais.

CAUSAS PARA A GINECOMASTIA

São duas as causas do aumento de volume na região peitoral: excesso de tecido mamário em decorrência de descontrole hormonal ou acúmulo de gordura. Quando a ginecomastia se deve exclusivamente ao acúmulo de gordura, recebe o nome de lipomastia ou pseudoginecomastia.
A cirurgia para retirada do tecido mamário é feita por um cirurgião plástico. Após a cirurgia, o paciente é encaminhado a um tratamento hormonal.
Há casos que apenas há o acumulo de gordura que pode ser retirada com lipoaspiração. É muito comum em pessoas que engordam e depois emagrecem acumularem gordura localizada na região peitoral.
O tratamento cirúrgico é muito das vezes indicado, pois os usos dos remédios como o Tamoxifeno não surtem efeito devido ao elevado grau da doença, por isso é aconselhável que se procure um médico assim que aparecerem os primeiros sintomas da doença.
A cirurgia consiste em um corte pequeno e em forma de meia lua em volta da auréola de forma que a cicatrização ficará uniforme e pouco visível, deixando assim um excelente resultado, após a incisão as “pedras” u placas de gordura que caracterizam a Ginecomastia são expostas e cuidadosamente dissecada em seguida ocorre a limpeza e sutura do corte, há casos em que um dreno é colocado para a saída do pus e secreções que possam se formar em função do corte.